PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Campos Neto: o que está acontecendo hoje é competição, é entrada de novos players

Fabrício de Castro

Brasília

06/10/2020 19h22

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou nesta terça-feira, 6, que o sistema financeiro brasileiro passa por um processo de aumento da competição, com a entrada de novos players no mercado. Durante participação em evento virtual, ele fez uma avaliação sobre os rumos do sistema financeiro em meio ao avanço das novas tecnologias.

"Todos vivemos em um mundo integral digital, que têm diminuído as barreiras", comentou o presidente do BC, em vídeo gravado. "O mundo interconectado traz grandes oportunidades e grandes desafios."

Campos Neto pontuou que as barreiras de entrada aos novos concorrentes no sistema financeiro estão se modificando. Ao tratar destas barreiras, ele citou a capilaridade das instituições, a penetração no mercado, o domínio dos meios de pagamento e o sistema de "portas fechadas" - em que o cliente de um banco consome produtos apenas desta instituição.

"O negócio bancário é um negócio de informação assimétrica", disse o presidente do BC.

Ao mesmo tempo, segundo ele, atualmente as plataformas tradicionais dos bancos estão sendo "atacadas" pela concorrência. "O que permite isso é a tecnologia", afirmou. "Os novos modelos de negócios, os novos participantes, cada vez mais vão se especializar em funções específicas", citou.

Em meio a este cenário, Campos Neto afirmou ainda que o BC tem novos desafios ligados à regulação do sistema financeiro. "É importante garantir a segurança cibernética sem sacrificar a experiência dos usuários", defendeu.

Campos Neto afirmou ainda que o BC tem olhado para o sistema financeiro do futuro. Neste sentido, ele citou duas das principais iniciativas da autarquia: o PIX - sistema de pagamentos instantâneos - e o open finance - novo nome do open banking, o sistema de compartilhamento de dados bancários, a ser lançado ainda este ano.

Ao tratar destes avanços, Campos Neto citou o que ele chama de "tokenização" dos ativos. "Os ativos cada vez mais vão se transformar em ativos digitais", afirmou.

Campos Neto participou, por meio de mensagem gravada, da abertura do evento virtual de lançamento das coletâneas "Fintechs, Bancos Digitais e Meios de Pagamento", promovido por Focaccia Amaral Lamonica (FAS) Advogados.