PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Consumo de gás natural cai 14,3% em julho, mas começa a dar sinais de recuperação

Wilian Miron

São Paulo

06/10/2020 16h01

O consumo de gás natural no País alcançou 51,87 milhões de metros cúbicos em julho, queda de 14,3% na comparação com o mesmo mês do ano passado, informou a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás). Porém, na comparação com junho deste ano, houve crescimento de 1,2%, mostrando sinal de recuperação após o destravamento da atividade econômica, que vinha sofrendo os impactos das restrições adotadas para combater a pandemia do novo coronavírus.

Na indústria houve queda de 6,2% em relação a julho de 2019, para 23,55 milhões de metros cúbicos. Frente ao mês anterior, no entanto, o consumo de gás no setor teve aumento de 11%.

A recuperação mensal também pode ser observada no segmento automotivo, que registrou aumento de 11,2% no consumo de gás em julho, comparando com junho. Contudo, frente ao mesmo período de 2019 a demanda ainda ficou negativa em 18,34%.

No comércio, a alta mensal foi de 15,3%, mas na comparação anual o setor registra um consumo singificativamente menor de gás, com queda de 47,25%.

Ao contrário do que aconteceu nos segmentos industrial e comercial, o consumo residencial, recuou 4,5% em base mensal de comparação, mas frente ao mesmo mês de 2019 houve elevação de 5,5%.

A Abegás informou, ainda, que na comparação mensal a Cogeração teve queda de 5,9% o consumo para geração elétrica caiu 14,3%.

Na análise por região, houve crescimento no consumo de gás em todo o País. No Sudeste a alta foi de 5,1%, no Sul foi de 9,4%, no Centro-Oeste de 13,7% e no Norte de 9,6%.