PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Inadimplência para distribuidoras acumula alta de 5,04% desde março

Denise Luna

Rio

06/10/2020 12h28

A inadimplência das distribuidoras de energia elétrica nos últimos 60 dias foi de -0,01%, informou o Ministério de Minas e Energia (MME) em seu Boletim Mensal, acumulando 5,04% desde o dia 18 de março, quando começou o isolamento social. Em todo ano de 2019, a inadimplência das distribuidoras foi de 1,93%.

Na última semana, o impacto causado pela pandemia da covid-19 - que fez o governo criar a Conta Covid para compensar as perdas -, atingiu R$ 1,7 bilhão, montante referente à redução de faturamento e sem participação de perdas com a inadimplência, informou o MME.

Com isso, o impacto estimado da pandemia da covid-19 na conta dessas empresas acumula desde março R$ 16,4 bilhões, sendo a inadimplência responsável por R$ 3,9 bilhões desse total.

A análise do MME compara os dados dos últimos 60 dias, trazidos para a base mensal, com o valor mensal médio observado ao longo de todo ano de 2019. "Apesar de ter havido um leve aumento em relação aos meses de junho, julho e agosto, no acumulado do mês de setembro a inadimplência ficou em 3,05%, contra média de 4,21% de janeiro a agosto de 2020", disse o MME no Boletim.

Em relação ao consumo de energia, o ministério informou que a carga média do Sistema Interligado Nacional (SIN) atingiu nesta terça-feira (6) 60.328 megawatts, alta de 2,31% em relação à semana anterior e 10,32% superior ao mesmo dia da semana do ano anterior (4/10/2019).