PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Salesforce compra Slack por US$ 27,7 bilhões

Giovanna Wolf

02/12/2020 07h06

A companhia de tecnologia Salesforce, uma das principais empresas de software para vendas do planeta, anunciou na noite de ontem a compra da plataforma de mensagens corporativas Slack em um acordo de US$ 27,7 bilhões, envolvendo ações e dinheiro. Em tempos de pandemia e trabalho remoto, a aquisição coloca as duas empresas em pé de guerra com plataformas como Microsoft Teams e Zoom.

"Juntos, Salesforce e Slack irão moldar o futuro do software empresarial e transformar a maneira como todos trabalham em um mundo totalmente digital", disse Marc Benioff, presidente executivo da Salesforce, em comunicado. A notícia da aquisição foi antecipada na última quarta-feira, 25, pelo diário americano Wall Street Journal e resultou em uma alta nas ações do Slack nos últimos dias.

O negócio é um dos principais da história envolvendo empresas de software, se juntando à compra da Red Hat pela IBM (US$ 34 bilhões), a do LinkedIn pela Microsoft (US$ 27 bilhões) e a do WhatsApp pelo Facebook (US$ 19 bilhões).

A plataforma do Slack permite tanto a comunicação corporativa interna entre funcionários como o contato de companhias com clientes e parceiros externos. No ano passado, a empresa realizou uma das principais aberturas de capital do setor de tecnologia, chegando a valer mais de US$ 23 bilhões.

Nos últimos meses, porém, o Slack teve dificuldades em mostrar seu caminho para a lucratividade: a companhia teve prejuízo de US$ 147,6 milhões durante os dois trimestres terminados em julho. "Com a Salesforce, o Slack ganha potencial de crescimento", diz Fernando Meirelles, professor da FGV.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.