PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Faturamento da indústria de máquinas soma R$ 144,52 bi e sobe 5,1% em 2020

Faturamento da indústria de máquinas soma R$ 144,52 bi e sobe 5,1% em 2020 - Paulo Whitaker/Reuters
Faturamento da indústria de máquinas soma R$ 144,52 bi e sobe 5,1% em 2020 Imagem: Paulo Whitaker/Reuters

Eduardo Laguna

São Paulo

27/01/2021 15h16

A indústria nacional de máquinas e equipamentos teve alta de 5,1% no faturamento em 2020, que somou R$ 144,52 bilhões como resultado do avanço de 11% das vendas internas, para um total de R$ 104,26 bilhões. O resultado só não foi melhor porque as exportações (US$ 7,34 bilhões) caíram 23,7%.

Os números foram divulgados nesta quarta-feira, 27, pela Abimaq, entidade que representa o setor. Segundo a associação, o consumo aparente de bens de capital mecânicos no País subiu 11,9% no ano passado, somando R$ 198,43 bilhões.

Desse total, US$ 15,2 bilhões correspondem a importações, onde houve queda de 5,7% em relação a 2019. Em decorrência do recuo menor das importações ante as exportações, o déficit comercial do setor subiu 20,8%, chegando a US$ 7,86 bilhões no ano passado.

O levantamento da Abimaq mostra que o emprego nas fábricas de máquinas e equipamentos teve aumento de 0,5%, com o setor empregando, na média, 307,9 mil pessoas no ano passado.

De novembro para o mês passado, houve alta de 1,1% da força de trabalho na indústria de máquinas, que usou em dezembro 73% de sua capacidade instalada, meio ponto porcentual a menos do que o aproveitamento registrado no mesmo período de 2019.

Resultados de dezembro

Apenas em dezembro, as fábricas de máquinas e equipamentos tiveram faturamento líquido de R$ 13,43 bilhões, com queda de 1,6% na comparação com novembro, mas crescimento de 36,7% em relação ao mesmo período de 2019.

Na comparação com novembro, a receita com vendas ao mercado doméstico, um total de R$ 9,52 bilhões, recuou 9%, enquanto as exportações tiveram alta de 30,7%, para US$ 759,2 milhões. Já no comparativo anual, houve aumento expressivo de 50,9% das vendas internas e leve alta de 0,9% das exportações.

De acordo com o balanço da Abimaq, o Brasil consumiu R$ 17,18 bilhões em máquinas e equipamentos no mês passado, um recuo de 9,6% no comparativo mensal. Em relação a dezembro de 2019, o consumo aparente marcou alta de 37,3%.

As importações de máquinas caíram 4,7% se comparadas ao resultado de novembro, porém subiram 11,9% frente a dezembro de 2019. No total, as importações somaram US$ 1,3 bilhão em dezembro, o que levou a um déficit comercial no mês de US$ 545,9 milhões, 30,7% abaixo do saldo negativo de novembro. O déficit foi, contudo, 31,9% superior ao saldo de dezembro de 2019.

Ao comentar o resultado, a Abimaq considerou que o ano terminou com sinais de normalização das vendas internas e melhora das exportações.