PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Tesouro Direto encerra 2020 com quase 1,5 milhão de investidores ativos

Ernani Fagundes

São Paulo

27/01/2021 15h18

O Programa de Compra e Venda de Títulos Públicos Federais pela Internet (Tesouro Direto) encerrou 2020 com 1.443.685 investidores ativos, alta de 20,2% no ano, em comparação com 2019, segundo dados divulgados nesta quarta-feira, 27, pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) no Relatório Mensal da Dívida Pública. No último mês de dezembro, a STN registrou 67.839 novos investidores ativos. Ao todo, o Tesouro Direto possui 9,2 milhões de investidores cadastrados, somando ativos e inativos.

Na avaliação de Alexandre Marques, especialista em renda fixa da Ágora Investimentos, o número de investidores ativos deverá continuar crescendo em 2021, tanto para aportes em Tesouro Selic como para aplicações em Tesouro IPCA.

Ele lembra que a última ata do Comitê de Política Monetária (Copom) dá sinais de que a autoridade monetária (BC) deve antecipar a alta da taxa básica de juros (Selic) e que as casas de análise econômica já começam a enxergar essa possibilidade.

"No caso do aporte em Tesouro Selic, vai depender um pouco da volatilidade da bolsa de valores. Os investidores costumam deixar uma reserva em Tesouro Selic para esperar o melhor momento para aportar em ações. Já o Tesouro IPCA tem sido a preferência para obter ganhos reais acima da inflação. Nossa orientação é por vencimentos mais curtos em Tesouro IPCA", afirma Marques, em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Segundo o boletim do Tesouro Direto também divulgado pela STN foram realizadas 478.709 operações de venda de títulos aos investidores em dezembro.

A utilização do programa por pequenos investidores pode ser observada pelo considerável número de vendas até R$ 5 mil, que correspondeu a 89,5% das vendas ocorridas no mês. O valor médio por operação no mês passado foi de R$ 3.931,11.