PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Criação de vagas foi 11% superior à de fevereiro de 2020, diz Guedes

O ministro da Economia não especificou sobre quais dados se referia ao mencionar esse crescimento em termos porcentuais - Wallace Martins/Futura Press/Estadão Conteúdo
O ministro da Economia não especificou sobre quais dados se referia ao mencionar esse crescimento em termos porcentuais Imagem: Wallace Martins/Futura Press/Estadão Conteúdo

Eduardo Rodrigues e Francisco Carlos de Assis

Brasília e São Paulo

30/03/2021 12h46

O ministro da Economia, Paulo Guedes, comemorou o resultado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de fevereiro que, segundo ele, foi 11% superior ao dado de fevereiro do ano passado. Guedes não especificou sobre quais dados se referia ao mencionar esse crescimento em termos porcentuais.

Em fevereiro de 2021, o número bruto de admissões foi de 1.694.604. Em fevereiro de 2020, foi de 1.612.526. A diferença porcentual entre esses dois dados é de 5,09% de alta.

O saldo do Caged (diferença entre admissões e demissões) foi de 401.639 vagas em fevereiro de 2021 e de 225.648 postos em fevereiro de 2020.

"O resultado recorde do Caged mostra que estamos no caminho certo. Temos que admitir que o mercado formal de trabalho está se recuperando em altíssima, velocidade", disse o ministro.

Ele destacou o fato de mais de 173 mil vagas terem sido criadas pelo setor de serviços. O ministro ressaltou ainda o fato de o Brasil ser um dos poucos países que está atravessando a pandemia gerando empregos. "Agora temos que promover a vacinação em massa para que os informais possam sair de casa para trabalhar e não serem abatidos pelo vírus ou ficarem em casa e serem abatidos pela fome", disse.

O ministro citou o compromisso do novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que disse que em breve disponibilizará um 1 milhão de doses de vacinas por dia.