PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Governo exonera diretor da Agência Nacional de Mineração 'em virtude de renúncia'

Eduardo Leão foi nomeado no cargo em novembro de 2018, para um mandato que terminaria em 2022 - Geraldo Magela/Agência Senado
Eduardo Leão foi nomeado no cargo em novembro de 2018, para um mandato que terminaria em 2022 Imagem: Geraldo Magela/Agência Senado

Luci Ribeiro

Brasília

30/03/2021 10h14

O governo federal exonerou Eduardo Araújo de Souza Leão do cargo de diretor da Agência Nacional de Mineração (ANM), vinculada ao Ministério de Minas e Energia. A saída dele está formalizada no Diário Oficial da União (DOU) "em virtude de renúncia" e tem efeitos retroativos, contados a partir de 3 de março.

Eduardo Leão é engenheiro sanitarista e ambiental e foi nomeado no cargo em novembro de 2018, para um mandato de quatro anos, que terminaria em 2022.