PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Goiás terá plano para Regime de Recuperação Judicial até dezembro, diz Caiado

Aramis Merki II

São Paulo

22/05/2021 14h50

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), comemorou no Twitter a determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) para o Estado ingressar no Regime de Recuperação Fiscal, citando que o Estado terá capacidade para retomar concursos públicos para preencher vagas desativadas, "acertar promoções e progressões". Em sua conta no Twitter, Caiado mencionou ainda que o Estado tem nesse momento 400 obras paradas.

O projeto de renegociação goiana será apresentado no dia 12 de junho e estará pronto até dezembro, de acordo com o governador, para o ingresso no RRP em 2022. "Começaremos a quitar as dívidas a partir de 2023, com projeção de restabelecer as condições fiscais em até seis anos", escreveu Caiado.

Com a decisão do STF, Goiás já poderá assinar contrato de refinanciamento de dívidas com a Secretaria do Tesouro Nacional (STN). A dívida de Goiás soma R$ 23 bilhões atualmente. Com a renegociação, o pagamento será de R$ 400 milhões por ano, segundo o governador.