PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Bolsas da Ásia fecham em alta generalizada, impulsionadas por Wall Street

Sergio Caldas

São Paulo

25/06/2021 07h09

As bolsas asiáticas fecharam em alta generalizada nesta sexta-feira, 25, acompanhando o tom positivo de Wall Street ontem, quando o presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou um acordo bipartidário para um projeto de gastos em infraestrutura.

O índice acionário japonês Nikkei subiu 0,66% em Tóquio hoje, a 29.066,18 pontos, enquanto o Hang Seng avançou 1,40% em Hong Kong, a 29.288,22 pontos, o sul-coreano Kospi se valorizou 0,51% em Seul, para a nova máxima histórica de 3.302,84 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,55% em Taiwan, a 17.502,99 pontos.

Na China continental, os mercados tiveram desempenho ainda melhor, com alta de 1,15% do Xangai Composto, a 3.607,56 pontos, e avanço de 1,11% do menos abrangente Shenzhen Composto, a 2.442,08 pontos.

O apetite por risco na Ásia veio após as bolsas de Nova York subirem na quinta-feira, com novos recordes de máxima do S&P 500 e do Nasdaq, em reação ao anúncio de um acordo do governo dos EUA com a oposição republicana para avançar no Congresso com um gigantesco projeto de gastos em infraestrutura.

Investidores dos mercados globais também estão na expectativa para o índice PCE de inflação dos EUA referente a maio, que será divulgado nas próximas horas. No mês passado, a inflação anual americana medida pelo CPI atingiu 5%, o maior nível em 13 anos.

Há temores de que crescentes pressões inflacionárias possam levar o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) a antecipar o aperto de sua política monetária. Dirigentes do Fed, no entanto, insistem que o salto da inflação americana é transitório.

Na Oceania, a bolsa australiana também foi impulsionada por Wall Street, e o S&P/ASX 200 avançou 0,45% em Sydney, a 7.308,00 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires).