PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

BCE/Panetta: fundo fiscal de recuperação da UE deveria virar política permanente

Iander Porcella

São Paulo

27/07/2021 09h02

O dirigente do Banco Central Europeu (BCE) Fabio Panetta defendeu nesta terça-feira, em um artigo de opinião publicado no site Politico, que o fundo fiscal de recuperação da crise empregado pela União Europeia vire uma política econômica permanente do bloco. "Se aplicarmos as lições da pandemia à nossa política econômica, podemos sair desta crise com uma economia mais forte e maior coesão social e política", escreveu Panetta no artigo.

Na visão dele, a crise da dívida soberana da Europa ilustrou que a austeridade "não compensa", mas que simplesmente estimular a demanda não é suficiente para escapar da armadilha do baixo crescimento. "A economia deve se adaptar ao novo ambiente econômico criado pela pandemia, com recursos sendo realocados entre setores e empresas", disse.

Para Panetta, as companhias mais produtivas precisam se expandir e as não lucrativas têm de sair do mercado. Por isso, ele considera importante que o fundo de recuperação da UE forneça subsídios para acelerar as transições verdes e digitais.

O dirigente vê "mudanças de paradigma" na resposta da UE à crise gerada pela pandemia. "Em primeiro lugar, os novos instrumentos fiscais comuns europeus, introduzidos para assegurar recuperações mais rápidas e generalizadas, foram concebidos explicitamente em reconhecimento de que a UE é mais do que a soma das suas partes", frisou.

No ano passado, o bloco aprovou um fundo de US$ 750 bilhões de euros em empréstimos e subsídios para os países-membros enfrentarem a crise.

PUBLICIDADE