PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Destaque do PT para elevar taxação de juros e dividendos a 25% também é rejeitado

Camila Turtelli, Adriana Fernandes e Idiana Tomazelli

Brasília

02/09/2021 13h48

Deputados rejeitaram por 295 votos contrários e 110 a favor um destaque do PT para elevar de 20% para 25% a taxação de lucros e dividendos. A Câmara começou no período da tarde desta quinta-feira, 2, sessão com a votação dos pedidos de alteração ao texto principal da reforma do Imposto de Renda, aprovado na quarta-feira, 1º de setembro, pelos parlamentares.

Até mais cedo eram 26 destaques protocolados, mas, segundo o líder do governo Ricardo Barros (PP-PR), esse número deve cair para 14, já que partidos irão retirar os pedidos.

Antes do destaque do PT, já havia sido rejeitado por 300 votos contrários e 51 a favor, um destaque do partido Novo para isentar de tributação dividendos acumulados.

O plenário analisa agora uma emenda do PSOL para tributar os rendimentos oriundos da distribuição de lucros e dividendos pela tabela do Imposto de Renda, ou seja, podendo variar de isenção a 27,5%.

PUBLICIDADE