PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Indústria opera 18,5% abaixo do nível recorde alcançado em maio de 2011, diz IBGE

Daniela Amorim

Rio

02/09/2021 11h34

Em julho, a indústria brasileira ainda operava 18,5% aquém do pico alcançado em maio de 2011. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A queda de 1,3% na produção industrial em julho ante junho fez o setor acumular uma perda de 1,5% em dois meses de recuos consecutivos. "Esse resultado suplanta a alta de 1,2% registrada em maio", ressaltou André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do IBGE.

Dos sete primeiros meses de 2021, a indústria cresceu em apenas dois deles: janeiro (0,2%) e maio (1,2%).

Na categoria de bens de capital, a produção está 25,3% abaixo do pico registrado em setembro de 2013, enquanto os bens de consumo duráveis operam 41,3% abaixo do ápice de junho de 2013.

Os bens intermediários estão 15,7% aquém do auge de fevereiro de 2011, e os bens semiduráveis e não duráveis operam em nível 17,0% inferior ao pico de junho de 2013.

PUBLICIDADE