PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

EUA têm sido questionado por volumoso gasto na pandemia, diz Campos Neto

Thaís Barcellos e Eduardo Rodrigues

São Paulo e Brasília

14/09/2021 10h05

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou nesta terça-feira que os Estados Unidos têm sido questionados pelo volumoso gasto na pandemia de covid-19. Segundo ele, a recuperação global parou de ter surpresas positivas, com especial fraqueza na Ásia, à exceção da China.

Campos Neto também destacou que a recuperação da Europa preocupa um pouco mais, porque a volta está mais lenta. Em relação aos emergentes, disse que a maioria já voltou ao nível pré-pandemia e que a recuperação tem surpreendido em 2021, mas há revisão para baixo para 2022, como o Brasil.

Ele ainda ressaltou que os novos óbitos por milhão no Brasil por causa da pandemia de coronavírus convergiu para níveis semelhantes aos de países desenvolvidos, até melhor do que alguns, segundo o presidente do BC. "Temos programa histórico de vacinação com muito sucesso", citou, destacando que o País já começou a vacinação de adolescentes e a terceira dose para idosos.

Campos participa nesta terça do evento MacroDay 2021, do BTG Pactual, que ocorre de forma presencial, seguindo, segundo a instituição, os protocolos sanitários.

PUBLICIDADE