PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Setor público tem superávit primário de R$ 12,933 bi em setembro, revela BC

Thaís Barcellos e Eduardo Rodrigues

Brasília

29/10/2021 10h29

O setor público consolidado (Governo Central, Estados, municípios e estatais, com exceção de Petrobras e Eletrobras) apresentou superávit primário de R$ 12,933 bilhões em setembro, informou nesta sexta-feira, 29, o Banco Central. O número representa o melhor resultado para meses de setembro desde 2010, quando as contas fecharam no positivo em R$ 28,157 bilhões.

Em agosto de 2021, o setor público consolidado havia sido registrado superávit de R$ 16,729 bilhões e, em setembro de 2020, déficit de R$ 64,559 bilhões.

O resultado primário reflete a diferença entre receitas e despesas do setor público, antes do pagamento dos juros da dívida pública.

O superávit primário consolidado do mês passado ficou dentro do intervalo das estimativas de analistas do mercado financeiro ouvidos pelo Projeções Broadcast, que iam de déficit de R$ 15,662 bilhões a superávit de R$ 19,507 bilhões. O desempenho foi bem superior à mediana, que estava positiva em R$ 1,750 bilhão.

Composição

O resultado fiscal de setembro foi composto por um superávit de R$ 708 milhões do Governo Central (Tesouro Nacional, Banco Central e INSS).

Já os governos regionais (Estados e municípios) influenciaram o resultado positivamente com R$ 10,439 bilhões no mês.

Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 7,265 bilhões, os municípios tiveram resultado positivo de R$ 3,174 bilhões. As empresas estatais registraram superávit primário de R$ 1,786 bilhão.

Acumulado do ano

As contas do setor público acumularam um superávit primário de R$ 14,171 bilhões no ano até setembro, o equivalente a 0,22% do Produto Interno Bruto (PIB), informou o Banco Central.

O superávit fiscal no ano até setembro ocorreu na esteira do déficit de R$ 82,381 bilhões do Governo Central (1,29% do PIB).

Os governos regionais apresentaram um superávit de R$ 92,127 bilhões (1,45% do PIB) no período. Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 77,386 bilhões, os municípios tiveram um saldo positivo de R$ 14,741 bilhões. As empresas estatais registraram um resultado positivo de R$ 4,424 bilhões no período.

Acumulado em 12 meses

De acordo com o BC, as contas do setor público acumulam um déficit primário de R$ 52,854 bilhões em 12 meses até setembro, o equivalente a 0,63% do Produto Interno Bruto. Esse resultado ainda engloba o desempenho registrado nos últimos meses de 2020, em meio aos efeitos da pandemia de covid-19 na economia.

O déficit fiscal nos 12 meses encerrados em setembro pode ser atribuído ao rombo de R$ 150,646 bilhões do Governo Central (1,80% do PIB). Já os governos regionais apresentaram um superávit de R$ 93,757 bilhões (1,12% do PIB) em 12 meses até setembro.

Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 79,862 bilhões, os municípios tiveram um saldo positivo de R$ 13,894 bilhões. As empresas estatais registraram um resultado positivo de R$ 4,036 bilhões no período.

PUBLICIDADE