PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Investimento transformará trabalho de credores comunitários dos EUA, diz Kamala

São Paulo

14/12/2021 14h28

O Departamento do Tesouro norte-americano anunciou um investimento de US$ 8,7 bilhões para instituições financeiras comunitárias, em especial as que sofreram com duro impacto econômico da pandemia. Vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris disse nesta terça-feira, no Fórum Freedman Bank, que o trabalho de 175 credores comunitários através do país será transformado. "Para manter o crescimento econômico que temos visto, precisamos assegurar que todos participem dele", afirmou.

O Programa de Investimento de Capital de Emergência (ECIP, na sigla em inglês) irá injetar o montante bilionário em Instituições Financeiras de Desenvolvimento Comunitário (CDFIs, na sigla em inglês) e Instituições Depositárias Minoritárias (MDIs, na sigla em inglês).

"Essas CDFIs e MDIs servem comunidades que historicamente o setor financeiro não tem servido bem. E na maioria das vezes, são comunidades de pessoas não brancas", disse a secretária do Tesouro, Janet Yellen. "Se você é um empresário negro, hispânico, asiático ou de um povo nativo, sabemos que é mais difícil conseguir financiamento para abrir uma loja, manter as luzes acesas ou atender à demanda do cliente."

Yellen ainda afirmou que a dificuldade se mostrou especialmente verdadeira durante a pandemia. A secretária mencionou uma pesquisa pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) que mostrou que 40% das empresas pertencentes a brancos relataram ter recebido todo o financiamento não emergencial que buscaram no ano passado. A parcela caía para 21% para hispânicos e 13% para negros, citou Yellen.

PUBLICIDADE