PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Membro do Fed crê em alta de juro nos EUA pouco depois de fim do tapering

São Paulo

17/12/2021 15h41

Dadas as suas expectativas para a inflação e o mercado de trabalho dos Estados Unidos, o membro do Conselho do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Christopher Waller, opinou que a primeira alta de juros após a pandemia deve acontecer "pouco tempo depois" do término do tapering do Fed, previsto par terminar em março de 2022.

Durante evento do Clube de Previsores de Nova York nesta sexta-feira, Waller disse que a decisão sobre o período apropriado para elevar os Fed funds depende da evolução da atividade econômica americana, algo que o Fed deve monitorar com atenção, disse.

De acordo com o dirigente, a inflação nos EUA está "preocupantemente alta, persistente e se espalhou para outros setores como bens e serviços".

Ele ainda destacou que o nível de salários está alto e empresários têm repassado os custos de forma "confortável". Ao mesmo tempo, Waller vê um mercado de trabalho próximo da meta de pleno emprego no país.

Por esses fatores, Waller disse apoiar "fortemente" a decisão de acelerar o tapering das compras de bônus promovidas pelo Fed para dar suporte durante a pandemia de covid-19. "Acelerar o tapering nos dará flexibilidade para ajustar a política monetária de acordo com a necessidade em 2022", afirmou.

Quanto aos possíveis impactos da variante Ômicron do coronavírus, Waller ressaltou que eles apontam para dois lados opostos, pois podem "desacelerar a atividade e a recuperação do mercado de trabalho" americano, mas também pode "exacerbar a escassez de mão de obra e de matérias primas" que afetam a economia no momento.

PUBLICIDADE