PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Petrobras: fornecedores movimentam R$ 9 bi em programa de fomento à cadeia

Rio

23/12/2021 15h27

O programa de fomento ao desenvolvimento da cadeia produtiva de óleo e gás da Petrobras, o Mais Valor, alcançou R$ 9 bilhões em operações realizadas, após um ano do seu lançamento. Com a iniciativa, os fornecedores da companhia têm acesso facilitado, junto a bancos parceiros da estatal, ao recebimento antecipado do valor de notas fiscais de bens e serviços entregues.

Durante um ano, mais de 55 mil faturas foram antecipadas, com mais de 1,7 mil fornecedores cadastrados e habilitados no programa. "O Mais Valor é uma ferramenta inovadora, robusta, rápida e eficiente. Ela traz soluções e fortalece a parceria entre a Petrobras e os seus fornecedores", afirma o diretor de Finanças e de Relacionamento com Investidores, Rodrigo Araujo Alves.

Segundo a empresa, um dos motivos do sucesso do Mais Valor é a dinâmica 100% digital, por meio da plataforma da Monkey, startup parceira do programa. O fornecedor cadastrado na ferramenta recebe um e-mail sempre que tiver faturas disponíveis para antecipação. As transações ocorrem por meio de um leilão reverso, vencido pela instituição financeira que fizer o lance com a menor taxa de juros. O mecanismo resulta em taxas de desconto mais atrativas para os fornecedores.

O valor mínimo das faturas a serem adiantadas é de R$ 1.000,00 e não há valor máximo. Empresas de qualquer porte podem aderir ao programa e não há qualquer limitação de nicho, apenas que sejam fornecedores diretos da Petrobras.

De acordo com a Petrobras, uma vantagem do programa é que as operações são na modalidade de risco sacado, ou seja, as instituições financeiras verificam a capacidade e o risco de crédito da Petrobras, não do fornecedor. O benefício dessa modalidade é que essas operações são isentas de IOF.

PUBLICIDADE