PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Presidente do Fed reitera que dívida pública nos EUA está em nível insustentável

São Paulo

11/01/2022 15h14

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, voltou a caracterizar a trajetória da dívida pública nos Estados Unidos como "insustentável" e disse que as autoridades no país devem começar a endereçar isso "em breve". Em audiência no Comitê Bancário do Senado dos EUA, Powell explicou que o melhor momento para ajustar os níveis de dívida pública é em contexto de economia forte.

Powell disse ainda que a variante Ômicron do coronavírus pode prejudicar os gargalos nas cadeias produtivas globais, intensificando as pressões inflacionárias.

Para ele, contudo, o impacto deve ser mais breve do que durante o choque anterior.

O presidente do Federal Reserve foi questionado sobre o aumento dos preços nos Estados Unidos, durante audiência no Comitê Bancário do Senado.

Segundo ele, as empresas podem tanto estar elevando os preços em prol do crescimento do lucro quanto porque a demanda está forte e elas têm espaço para fazer isso.

Balanço patrimonial

O presidente do Federal Reserve reiterou também que a autoridade monetária ainda não tomou uma decisão sobre a eventual redução do balanço patrimonial. Segundo ele, o Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) fornecerá maior clareza sobre o tema em breve.

"Não quero antecipar o comitê", afirmou Powell, durante audiência no Comitê Bancário do Senado dos Estados Unidos, no processo de confirmação para um possível mandato à frente do Fed.

A questão será discutida nos próximos encontros, comentou ele.

Novas regras

O presidente do Federal Reserve afirmou ainda que as novas regras para negociações de ações por dirigentes da autoridade monetária são "as mais duras do governo americano". Ele explicou que os integrantes do BC americano não podem mais comprar ações individuais - apenas fundos - e precisarão avisar previamente as vendas que realizarem.

Moedas digitais

Powell afirmou também que a possível emissão de uma moeda digital pelo banco central (CBDC, na sigla em inglês) não impediria a existência de stablecoins privadas.

Stablecoins são divisas digitais atreladas a ativos relativamente estáveis e podem ser emitidas por entes privados. Diferem de criptomoedas como a bitcoin, que não têm valor intrínseco.

Mais cedo, Powell havia dito que o Fed deve lançar, nas próximas semanas, relatório sobre as CBDCs.

PUBLICIDADE