PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Malaquias: houve alta expressiva na arrecadação de metalurgia e mineração

Brasília

25/01/2022 16h11

O chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros da Receita Federal, Claudemir Malaquias, destacou nesta terça, 25, que houve uma alta expressiva na arrecadação dos setores de metalurgia e extração de minerais ao longo de 2021.

A Receita destacou hoje o recolhimento extraordinário de R$ 40 bilhões em Imposto de Renda de Pessoas Jurídicas (IRPJ) e na Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) no ano passado.

"A alta da arrecadação dos setores de metalurgia e extração de minerais está relacionada ao ciclo de valorização dos preços das commodities no exterior. Esses dois setores estão sendo responsáveis majoritariamente pelo crescimento do IRPJ e da CSLL. Mais recentemente, notamos um crescimento na arrecadação do setor de combustíveis e nas reorganizações societárias", completou.

A arrecadação de impostos e contribuições federais somou R$ 1,878 trilhão em 2021, o maior volume na série iniciada em 1995. O montante representa um crescimento real - já descontada a inflação - de 17,36% na comparação com os R$ 1,479 trilhão de 2020, ano que ficou marcado pelo começo da pandemia de covid-19 e seus efeitos recessivos na economia. P