PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

PMI da indústria recua como previsto, diz NBS

Pequim

30/01/2022 08h55

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) oficial da indústria da China caiu de 50,3 em dezembro a 50,1 em janeiro, informou neste domingo o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) do país. O resultado coincide com a previsão de analistas e ficou levemente acima da marca de 50, que separa expansão da contração nessa pesquisa.

O relatório oficial mostra que a demanda do mercado perdeu fôlego, no início de 2022. O subíndice de novas encomendas totais recuou de 49,7 em dezembro a 49,3 em janeiro, penetrando mais no território de contração, enquanto o de novas encomendas de exportações subiu de 48,1 em dezembro a 48,4, mas seguiu abaixo de 50.

O subíndice de produção das fábricas caiu de 51,4 em dezembro a 50,9 em janeiro, apoiado sobretudo pela produção acelerada de bens de consumo para um festival local, com itens como alimentos e bebidas, segundo o NBS.

O órgão oficial da China publicou também hoje o "PMI não manufatureiro", que inclui tanto serviços quanto a atividade de construção. Este PMI recuou de 52,7 em dezembro a 51,1 em janeiro. O subíndice do PMI de serviços recuou de 52,0 em dezembro a 50,3 em janeiro, na mínima em cinco meses, freado por surtos recentes de covid-19 no país. Já o subíndice de construção caiu de 56,3 em dezembro a 55,4, com chuvas e neve prejudicando a atividade no setor no período, enquanto trabalhadores retornavam a suas casas para o Festival de Primavera, segundo o NBS.

(Dow Jones Newswires)