PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Servidores da CGU convocam assembleia para dia 20 para decidir se entram em greve

Fachado do edifício-sede do CGU (Controladoria-Geral da União) em Brasília - Divulgação/Controladoria-Geral da União
Fachado do edifício-sede do CGU (Controladoria-Geral da União) em Brasília Imagem: Divulgação/Controladoria-Geral da União

Antonio Temóteo

Em Brasília

17/05/2022 17h31Atualizada em 17/05/2022 18h36

Os servidores da Controladoria-Geral da União (CGU) marcaram assembleia para a próxima sexta-feira, 20, às 14 horas, para deliberarem sobre greve por tempo indeterminado. A categoria quer um reajuste salarial de 27%.

Até o momento, os servidores do Banco Central (BC) e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estão de braços cruzados.

Como mostrou o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), em assembleia realizada nesta terça-feira, 17, os servidores do Tesouro decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira, 23.

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), sinalizou que concederá um reajuste linear de 5% para todas as categorias do funcionalismo, inclusive para as carreiras do Judiciário e do Legislativo. Entretanto, a proposta, que depende de aprovação de deputados e senadores, não foi enviada ao Congresso Nacional.

As carreiras em greve até o momento são contra o reajuste de 5% e cada uma delas pede reestruturações específicas e reajustes que chegam a até 28%.