PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

BoJ e outras autoridades alertam sobre iene fraco e não descartam intervenção

São Paulo

10/06/2022 10h55

O Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), o ministério das Finanças e Agência de Serviços Financeiros do país emitiram nesta sexta-feira, 10, um comunicado conjunto em que expressam preocupação com a rápida desvalorização do iene nas últimas semanas. Na quarta-feira, o dólar renovou máxima em mais de duas décadas ante a moeda japonesa.

Na nota, as autoridades não descartaram a possibilidade de "tomar ações apropriadas", caso necessário, para mitigar o movimento.

Os órgãos reiteram que consideram importante que a taxa de câmbio permaneça estável, em linha com os fundamentos, e afirmam que flutuações bruscas são "indesejáveis".

Segundo o grupo, o governo e o BoJ trabalharão juntos para monitorar as tendências e o impacto sobre a economia.

O iene entrou em uma espiral de perdas recentemente, em meio à insistência do BC japonês com a política monetária relaxada, na contramão do aperto em pares desenvolvidos.

O presidente do BoJ, Haruhiko Kuroda, chegou a sugerir, em diversas ocasiões, que o iene fraco é positivo para a economia.