PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

BCE: alta em energia representa choque significativo para oferta na zona do euro

São Paulo, 01

01/08/2022 14h54

O Banco Central Europeu (BCE) destaca o fato de que a alta recente nos preços de energia representa um "choque significativo na oferta", o que poderia provocar um impacto na produção potencial da economia da zona do euro. A instituição diz que uma alta de 1% nos preços do petróleo implicaria um recuo no nível da produção potencial da zona do euro de cerca de 0,02%, no médio prazo.

A conclusão está em boletim publicado nesta segunda-feira, 1º, por Julien Le Roux, Béla Szörfi e Marco Weissler. O trio cita projeções recentes do próprio BCE, segundo as quais os preços do petróleo em dólares entre 2022 e 2024 devem ser 40% mais elevados do que no período entre 2017 e 2019, antes da pandemia da covid-19. Em porcentagem, o choque não é tão grande quanto em 1973 e 1979, comparam.

Como a atual elevação nos preços de energia, e do petróleo em particular, reflete em fatores do lado da oferta, isso poderia também afetar a produção potencial, com implicações para as pressões inflacionárias, apontam os economistas.

O trio argumenta, porém, que não há evidência empírica de que os choques nos preços do petróleo tenham um efeito duradouro na produção potencial. No nível atual dos preços, a perda potencial de produção na zona do euro pode ser estimada no médio prazo em 0,8%, calculam os economistas. Mas eles ressaltam a grande incerteza atual, com mudanças potenciais em variáveis como tecnologias de produção, alternativas viáveis verdes, entre outros pontos.