PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

CNI considera equivocada decisão do Copom de elevar Selic

Brasília, 3

03/08/2022 19h11

A decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central de elevar mais uma vez a taxa básica de juros foi considerada "equivocada" pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O Copom aumentou a Selic nesta quarta-feira, 3, em 0,50 ponto porcentual, fixando-a em 13,75% ao ano.

Na avaliação do presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, a taxa de juros real já supera, desde dezembro do ano passado, o patamar suficiente para desacelerar a inflação nos próximos meses.

"A CNI entende que, neste momento, o novo aumento da taxa de juros é dispensável para o combate da inflação e trará custos adicionais desnecessários para atividade econômica, com reflexos negativos sobre consumo, produção e emprego", afirma o executivo.

A entidade avalia ainda que as desonerações recentes sobre energia elétrica, combustíveis, telecomunicação e transporte coletivo reforçam o movimento de desaceleração da inflação e lembra que, para julho e agosto, a expectativa é de deflação.