IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Haddad: política da Petrobras permitiu cortar preço de combustível sem pressão inflacionária

Brasília

17/05/2023 12h06

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, elogiou a mudança na política de preços da Petrobras e disse que não era possível manter o preço da gasolina baixo com "dinheiro do governador". Ele criticava projeto de lei aprovado durante o governo Jair Bolsonaro que zerou a cobrança de ICMS sobre combustíveis.

Haddad ainda lembrou que o acordo de compensação das perdas estaduais só foi firmado este ano, na ordem de R$ 26,9 bilhões.

"A mudança de preço da Petrobras, com dólar em queda e petróleo em queda, você consegue acomodar isso sem pressão inflacionária, pelo contrário, ajudando no combate à inflação, mas sem desorganizar as contas dos governadores", respondeu Haddad, aos questionamento de deputados em sessão conjunta da Câmara.