IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

IGC eleva estimativa para safra global 2023/24 para 2,294 bilhões de toneladas

São Paulo

18/05/2023 11h24

O Conselho Internacional de Grãos (IGC, na sigla em inglês) aumentou sua previsão de produção global de grãos na temporada 2023/24, para 2,294 bilhões de toneladas, ante 2,291 bilhões de toneladas da previsão divulgada em abril, projeção que considera a perspectiva elevada para produção de milho, que mais que compensa os menores volumes previstos de trigo e cevada, justificou o IGC.

Caso confirmado, o volume total da produção é 1,77% maior do que o estimado para a temporada 2022/23, de 2,254 bilhões de toneladas. A estimativa para o consumo mundial de grãos foi elevada de 2,293 bilhões de toneladas para 2,302 bilhões de toneladas. A previsão de estoques passou de 581 milhões de toneladas para 580 milhões de toneladas, "em virtude de um aumento comparativamente mais acentuado no consumo".

Para a soja em 2023/24, o IGC aumentou a estimativa de produção em relação ao mês de abril, de 401 milhões de toneladas para 403 milhões de toneladas no relatório atual, em comparação com os 369 milhões de toneladas de 2022/23. A estimativa considera uma safra brasileira recorde que mais do que deve compensar as quedas em outras localidades, disse o IGC em comunicado.

A projeção de consumo da oleaginosa para 2023/24 foi mantida em 389 milhões de toneladas, enquanto para o ciclo 2022/23 está em 364 milhões de toneladas. Já a projeção de estoques em 2023/24 subiu para 64 milhões de toneladas, ante 60 milhões de toneladas previstas em abril. O volume do estoque final de soja de 2022/23 foi aumentado 1 milhão de toneladas, para 50 milhões de toneladas.

Quanto ao milho, o conselho elevou a estimativa de produção para 1,217 bilhão de toneladas em 2023/24, ante 1,208 bilhão de toneladas previsto em abril. O volume representa alta de 64 milhões de toneladas ante o resultado de 1,153 bilhão de toneladas projetado para 2022/23. O consumo subiu de 1,202 bilhão de toneladas, previsto em abril, para 1,211 bilhão de toneladas, e ante 1,170 bilhão de toneladas projetadas para 2022/23. Os estoques passaram de 264 milhões de toneladas para 272 milhões de toneladas em 2023/24.

Em relação ao trigo, na temporada 2023/24, o IGC reduziu a produção de 787 milhões de toneladas para 783 milhões de toneladas. O volume é menor também do que os 803 milhões de toneladas previstas para 2022/23. A estimativa de consumo do cereal foi elevada em 1 milhão de toneladas, para 795 milhões de toneladas em 2023/24, enquanto para 2022/23 também está em 795 milhões de toneladas. A perspectiva para os estoques do cereal em 2023/24 foi reduzida em 6 milhões de toneladas, para 271 milhões de toneladas, enquanto para 2022/23 é de 283 milhões de toneladas.

Para a safra 2022/23, o IGC aumentou sua previsão de produção global de grãos de 2,252 bilhões de toneladas para 2,254 bilhões de toneladas. Em relação ao consumo mundial de grãos, a previsão também foi mantida em 2,264 bilhões de toneladas. A previsão de estoques finais subiu de 584 milhões de toneladas para 589 milhões de toneladas.