IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Campos Neto: Meu avô falava 'achei que vinha fazer o bem; me dei por contente em evitar o mal'

São Paulo, 29

29/05/2023 21h52

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, citou o seu avô, o economista Roberto Campos, ao se referir às limitações de seu cargo frente às pressões políticas em discurso feito durante premiação concedida à autarquia em Fortaleza, no Ceará.

"Meu avô, no final, falava 'achei que vinha para fazer o bem e me dei por contente em evitar o mal'. Tem um pouco disso na política", declarou Campos Neto nesta segunda-feira, 29.

Ele proferiu a palestra durante cerimônia de premiação pela inovação voltada ao desenvolvimento econômico, concedida pelo Conselho Regional de Economia do Estado do Ceará (Corecon-CE) e pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Ceará (Ibef-CE).

Antes de discursar, Campos Neto recebeu homenagens de autoridades cearenses, entre elas o ex-governador do Ceará e ex-senador Tasso Jereissati, que, em pronunciamento curto disse que o País estaria enfrentando um descontrole inflacionário, com possível impacto na estabilidade institucional, não fosse a "coragem e a resistência" do presidente do BC.

"Poucos entendem o que devemos ao cara que está ali. Não sabia que você tinha o couro tão grosso", declarou Jereissati, dirigindo-se a Campos Neto.