IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Cinco de 10 atividades econômicas tiveram demissões no trimestre até abril, diz IBGE

Rio

31/05/2023 13h50

Cinco das dez atividades econômicas registraram demissões no trimestre encerrado em abril, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgados nesta quarta-feira, 31, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na passagem do trimestre terminado em janeiro para o trimestre encerrado em abril, houve geração de vagas em transporte e armazenagem (67 mil), alojamento e alimentação (56 mil) e informação, comunicação e atividades financeiras, profissionais e administrativas (27 mil), indústria (16 mil) e administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (136 mil).

As demissões ocorreram na construção (-155 mil), outros serviços (-121 mil), comércio (-265 mil), serviços domésticos (-196 mil) e agricultura (-204 mil).

Segundo Alessandra Brito, analista da pesquisa do IBGE, as demissões no comércio e na agricultura são sazonais. "A agricultura tem mais a ver com o tempo da safra", justificou Brito. "A gente sempre vê agricultura e comércio com redução (na ocupação) nesse período do ano."

Em relação ao patamar de um ano antes, as únicas atividades com perdas foram a agricultura, que demitiu 455 mil trabalhadores, e a construção, que dispensou 242 mil pessoas, e os serviços domésticos, menos 97 mil trabalhadores.

Os demais setores contrataram: administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (760 mil trabalhadores a mais), comércio (340 mil), alojamento e alimentação (127 mil), indústria (166 mil), informação, comunicação e atividades financeiras (461 mil), transporte (395 mil) e outros serviços (75 mil).