Ceron, sobre Fitch: queremos recuperar grau de investimento em 2026; estamos caminhando para lá

O secretário do Tesouro Nacional, Rogério Ceron, voltou a afirmar nesta quarta-feira, 26, que o governo busca recuperar o grau de investimento até o fim de 2026. A declaração foi dada ao comentar a elevação do rating do Brasil pela Fitch, de BB- para BB, com perspectiva estável. "Mais um passo e vamos ficar na eminência de termos grau de investimento", disse o secretário do Tesouro, destacando também o fato de a S&P ter elevado a perspectiva para o País, de estável para positiva.

"Em sete meses conseguimos primeiro movimento, precisamos avançar ao longo do segundo semestre com mais coisas positivas, e em 2024, avançar para dar mais um passo e ficar na iminência de ter mais um marco no País", disse Ceron. "Recuperar o grau de investimento é marco importante, mas cada passo nessa direção é relevante", continuou o secretário, para quem o Estado brasileiro estava sendo penalizado por não conseguir aprovar reformas importantes.

"Cada movimento representa muito, em que risco é menor, e taxa de juros que investidores cobram para financiar a dívida pública se reduz", afirmou.