Petrobras passa a integrar primeira carteira do índice da B3 que vai medir diversidade

A Petrobras informou que entrou na primeira carteira do Idiversa B3, o novo índice de diversidade da B3 e primeiro desse tipo na América Latina que prioriza critérios de gênero e raça na composição de ativos. O objetivo do índice é ser um indicador de desempenho médio das ações de empresas listadas que se destacam na questão da diversidade.

De acordo com a Petrobras, o índice foi construído a partir de dados públicos disponíveis nos Formulários de Referência das companhias abertas.

"Para a Petrobras, que tem como uma das suas prioridades a atenção às pessoas, a participação na carteira de estreia do novo índice é a demonstração de que a empresa está no caminho certo da valorização da diversidade e do respeito nas relações pessoais e de trabalho", disse a empresa em nota nesta segunda-feira, 28.

Lançado no último dia 15, o Idiversa nasce com 79 ativos de 75 e presas e mede o desempenho das ações de empresas que se destacaram na temática de diversidade de gênero e raça, informa a B3.

Deixe seu comentário

Só para assinantes