Hortifrutigranjeiros devem ter reajuste de preço entre 5% e 8% em setembro, diz Abras

O vice-presidente institucional da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Marcio Milan, afirmou que os produtos hortifrutigranjeiros (ou perecíveis) devem ter reajuste de preços entre 5% e 8% já em setembro. A alta é devida à subida de preços do diesel, que representa cerca de 50% dos custos operacionais dos produtores desse setor.

Milan explica que outras categorias de produtos também devem ter aumentos ligados ao custo do diesel, mas que isso depende dos estoques de cada segmento e que em cadeias produtivas mais longas, como a industrial, a alta tende a ser mais lenta e não tão imediata.

De todo modo, a indicação é de que o aumento de 16,2% na gasolina e de 25,8% no diesel em agosto pode ter influência na cesta dos produtos que haviam chegado a menor patamar de preço em 17 meses.

A cesta Abrasmercado (que reúne 35 produtos de larga escala) teve preço de R$ 741,23 em agosto de 2023. O valor teve queda de 1,51% em julho ante junho deste ano.

Deixe seu comentário

Só para assinantes