Conteúdo publicado há 10 meses

PLOA: Bolsa Família terá R$ 168,6 bi para transferência direta de renda a 21 mi de famílias

O Projeto de Lei Orçamentária (PLOA) de 2024 reservou R$ 168,6 bilhões para as ações de transferência direta de renda do Bolsa Família no próximo ano. A expectativa do governo é de atender a 21 milhões de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, desde que cumpram as condicionalidades em saúde, educação e assistência social.

Com o valor reservado e a estimativa de famílias atendidas, o benefício médio do programa ficará em torno de R$ 669,04 mensais em 2024. Para comparação, no mês de agosto o ticket médio do programa foi de R$ 686,04, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social.

O combate à pobreza e redução das desigualdades é um dos eixos prioritários elencados pelo Plano Plurianual (PPA), que dá as diretrizes para o gasto público nos próximos anos. O Bolsa Família integra esse eixo, que terá R$ 298,7 bilhões em 2024 para ações acesso à renda, redução da pobreza e promoção da cidadania; segurança alimentar e nutricional e mobilização para combater a fome.

Outra ação destacada nesse eixo é o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e da Renda Mensal Vitalícia (RMV), que têm reservados R$ 100,6 bilhões no PLOA 2024.

Deixe seu comentário

Só para assinantes