China reduz entrada mínima para compra de 1ª e 2ª residências e corta juros de hipotecas

O Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) e a Administração Nacional de Regulação Financeira anunciaram, no fim desta quinta-feira, 31, uma redução na entrada mínima exigida para aqueles que compram sua primeira ou a segunda residência no país, além de cortar juros sobre as hipotecas existentes, a fim de apoiar o setor imobiliário. Os órgãos informaram que a entrada mínima para a primeira e a segunda residências estaria agora em 20% e 30% do valor total do imóvel, respectivamente. Fonte: Dow Jones Newswires.

Deixe seu comentário

Só para assinantes