BCE: CPI mais recente trouxe alguma desaceleração em elementos do núcleo da inflação, diz Lane

O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), Philip Lane, afirmou que a leitura preliminar da semana passada do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro trouxe mudança "relativamente pequena", mas com "alguma desaceleração nos elementos do núcleo da inflação". Lane concedeu entrevista na última quinta-feira (31) ao jornal de economia e negócios irlandês The Currency, veiculada hoje na publicação e também no site do BCE.

Lane notou que se trata de apenas um mês e que é preciso que o movimento de perda de fôlego prossiga. "Nós precisamos ver isso continuar", resumiu. Segundo ele, no primeiro semestre houve perda de fôlego nos preços de petróleo e gás. Ao mesmo tempo, disse que o segmento de energia "continua como uma importante fonte de incerteza".

No CPI da semana passada na zona do euro, Lane viu ainda "algum relaxamento na inflação de bens e na de serviços, o que é algo bem-vindo". A autoridade do BCE lembrou que a instituição teve de levar os juros "a um território restritivo", para "evitar um comportamento pró-inflacionário". Na entrevista, ele não adianta qual pode ser a próxima decisão do BCE.