Cepal prevê que PIB da Agentina encolherá 3,0% em 2023 e 1,6% em 2024 -

Após ensaiar recuperação em 2022, o Produto Interno Bruto (PIB) da Argentina deve encolher 3,0% este ano e 1,6% no próximo, prevê a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), em relatório anual divulgado nesta terça-feira, 5.

A deterioração reflete a seca histórica que atingiu o país, o esgotamento das reservas internacionais, as incertezas referentes às eleições presidenciais e o elevado nível de endividamento público, de acordo com o documento.