Fed de São Francisco vê impacto de aperto monetário na atividade por pelo menos 12 anos

Estudo do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de São Francisco aponta que, ao contrário da ideia de que os efeitos da política monetária são neutros a longo prazo, o impacto de um processo aperto monetário pode se estender durante pelo menos 12 anos em uma economia.

Segundo a análise, as altas de juros podem afetar o potencial produtivo de uma economia, como por exemplo em investimentos em pesquisa e desenvolvimento. "As taxas de juro mais elevadas abrandam a atividade econômica e tornam as condições de crédito mais restritivas; por sua vez, as empresas tendem a cortar investimentos em todas as categorias, incluindo pesquisa e desenvolvimento", o que já gera consequências a longo prazo.

Para a distrital, a ideia de que a política monetária só teria resultado a curto prazo pode fazer com que dirigentes estejam "menos preocupados com o risco de uma política excessivamente restritiva, uma vez que os custos de o fazer são temporários".