BC do Canadá decide manter taxa básica de juros, em 5,0%, mas não descarta nova alta adiante

O Banco Central do Canadá decidiu nesta quarta-feira, 6, manter sua taxa básica de juros em 5,0%. Em comunicado, ele informou que também está mantendo a política de aperto quantitativo (QT, na sigla em inglês), e não descartou a possibilidade de subir mais os juros, caso seja necessário para controlar a inflação.

O BC canadense considera que a economia do país entrou em um período de crescimento mais fraco, "necessário para aliviar as pressões sobre os preços".

O aperto no mercado do trabalho, por sua vez, gradualmente continua a afrouxar, aponta. O crescimento dos salários, porém, segue em cerca de 4% a 5%, adverte.

Para o BC canadense, dados recentes da inflação sugerem que as pressões inflacionárias "continuam em um base disseminada".

A instituição adverte que, quanto mais tempo persistir a inflação elevada, maior o risco de que ela fique arraigada, dificultando que se restaure a estabilidade de preços.

Com evidências recentes de que o excesso de demanda na economia está desacelerando, e diante dos efeitos retardados da política monetária, o conselho decidiu nesta quarta manter os juros. Há, porém, ainda preocupação com a persistência das pressões subjacentes na inflação, e os dirigentes estão preparados para elevar mais os juros, caso seja necessário, diz o comunicado.

Deixe seu comentário

Só para assinantes