BCE critica proposta italiana de taxa sobre lucros excedentes de bancos

O Banco Central Europeu (BCE) criticou o imposto proposto pelo governo da Itália sobre lucros extraordinário de bancos, em parecer jurídico não vinculativo. Segundo a autoridade monetária, o imposto reduziria a capacidade do setor bancário de responder a crises econômicas.

"O montante do imposto extraordinário pode não ser proporcional à rentabilidade a longo prazo de uma instituição de crédito e à sua capacidade de geração de capital", afirmou o BCE no texto de recomendação ao governo italiano.

A medida em questão foi aprovada pelo governo italiano em 7 de agosto, e prevê uma taxa de 40% sobre os lucros excedentes dos bancos da Itália, que seria limitada a 2023.

No dia após do anúncio, a reação negativa à medida fez o governo passar a buscar formas de suavizar a regra.