Consórcio de cooperativas e BB fazem 1ª transação de título público federal no Drex

O consórcio de cooperativas financeiras formado para os testes do Drex, o Real digital, e que é composto por Sicoob, Sicredi, Ailos, Cresol e Unicred, realizou a primeira negociação de título público federal tokenizado (TPFt), com o Banco do Brasil. A confirmação da operação aconteceu na manhã de quinta-feira, 14.

Além disso, na quarta, houve uma transação de tokens emitidos propriamente por uma instituição financeira. Os participantes emitiram um Real tokenizado, que tem validade em todo o sistema financeiro, e o transferiram para o BB, o que testou a interoperabilidade da moeda digital.

Em julho, o consórcio de cooperativas financeiras foi um dos primeiros participantes do piloto do Drex a implementar o nó na rede dele. Em agosto, fez as primeiras emissões de tokens, com a conversão de R$ 1.500 de um saldo da reserva bancária de uma instituição financeira para a carteira digital do consórcio.

"Estamos comprometidos em continuar encontrando oportunidades de colaboração e pesquisa para impulsionar o desenvolvimento do SFN e das finanças digitais no Brasil", diz o consórcio de cooperativas, em nota.

Deixe seu comentário

Só para assinantes