Em NY, Haddad apresentará plano ecológico a investidores, acadêmicos e entidades, diz Fazenda

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, vai usar a viagem a Nova York na próxima semana para "vender" o plano de transformação ecológica do Brasil a investidores, acadêmicos e organizações internacionais ligadas ao meio ambiente. Além de compromissos financeiros e ambientais, o ministro também acompanhará parte da agenda oficial do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que estará na cidade para participar da 78ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU).

Na avaliação do Ministério da Fazenda, essa é uma "viagem especial" de Haddad, com presença em uma das capitais financeiras do mundo justamente na Climate Week, evento que se tornou indispensável para todos os agentes econômicos. O objetivo é reposicionar o Brasil diante da economia global, com ênfase no compromisso ambiental que é uma das marcas do governo Lula.

Haddad viaja na noite de sábado para os Estados Unidos, e o primeiro compromisso em solo norte-americano será o jantar da Fiesp no domingo à noite com a presença de Lula.

A agenda específica da Fazenda começa na segunda-feira, 18, com palestra sobre o plano de transformação ecológica do Brasil em evento da Fiesp e CNI na Bolsa de Valores de Nova York. Haddad reeditará a dobradinha com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, já feita em Davos, Suíça, no começo do ano.

Na segunda-feira à tarde, Haddad apresentará o plano de transformação ecológica em evento fechado, organizado pela The Nature Conservancy (TNC), com as presenças da ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, e do governador do Pará, Helder Barbalho. No mesmo evento, Haddad pode ter uma reunião bilateral com o enviado presidencial especial dos EUA para o clima, John Kerry.

Ainda na segunda-feira, o ministro volta ao tema em evento na Universidade de Columbia para professores e estudantes, com a presença do ex-ministro argentino da Economia Martín Guzmán com outros ministros brasileiros.

Na terça-feira, 19, Haddad começa o dia em um café da manhã promovido pelo Instituto Igarapé, Concertação pela Amazônia e Coalizão da Amazônia. O evento contará com a presença de especialistas estrangeiros e integrantes de bancos de desenvolvimento internacionais.

Também na manhã de terça-feira, Haddad irá se reunir com o CEO da Eurasia, Ian Bremmer, e participará de debate na sede do grupo com cerca de 30 investidores convidados. À tarde, o ministro participará de evento sobre transição ecológica na instituição filantrópica do ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg, com a presença de executivos de instituições financeiras americanas.

Por fim, na manhã de quarta-feira, 20, Haddad ainda pode incluir na agenda compromissos ligados à ONU, mas já está confirmado na bilateral de Lula com o presidente dos EUA, Joe Biden. Antes de retornar ao Brasil, no fim do dia, é possível que o ministro ainda tenha uma reunião com o secretário-geral da Organização de Estados Ibero-Americanos (OEI), Mariano Jabonero.

Deixe seu comentário

Só para assinantes