Brasil está harmonizando política fiscal e monetária, afirma Haddad

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que o Brasil está harmonizando política fiscal e monetária. Em entrevista ao Canal Livre, transmitida pela BandNews TV no período da noite deste domingo, 17, o ministro afirmou que a equipe econômica está construindo um modelo sustentável para o futuro próximo.

"A Fazenda está fazendo seu trabalho de buscar novas fontes de receitas, de quem não paga imposto, cortando onde dava. A questão da política monetária fazendo sua parte, reconhecendo a queda da inflação e promovendo cortes devidos, tendo como horizonte equilíbrio das contas e juros que convide investimento. Penso que estamos construindo modelo sustentável para futuro próximo", disse Haddad.

Mercado de capitais

O ministro da Fazenda afirmou também que acredita que já está acontecendo um movimento de investidores no País. Um dos motivos para isso, segundo o ministro, é o início do corte na taxa de juros. Para ele, a confiança na relação dos empresários com governo voltou.

"O mercado de capitais está voltando. Se conversar com qualquer banqueira que opera no mercado de capitais, vai dizer que começamos a voltar", disse Haddad.

Caso Americanas

Ao falar sobre o tema, o ministro citou o "baque" do caso da Americanas que, segundo ele, é uma questão macroeconômica, que abalou muito o mercado de crédito no início deste ano.

Haddad afirmou, contudo, que foi muito importante que o caso ficou restrito e contido à empresa, para evitar um "contágio", mas reconheceu que foi um "abalo considerável". "Os juros estavam, estão em um patamar muito elevado, tivemos o primeiro corte, mas com choque das Americanas nós imaginávamos que era o caso de começar a cortar um pouco antes, até porque inflação já estava demonstrando marcha resiliência, estamos começando a cair. Mas, enfim, começou o ciclo de cortes, está bem, vamos perseverar."

As mais lidas agora