Haddad diz que economistas mais céticos já estão revisando projeção de crescimento do Brasil

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta segunda-feira, 18, que os economistas mais céticos e que previam crescimento do Brasil inferior a 1% neste ano estão revendo os seus números, uma vez que o crescimento será de mais de 3%. Nesta segunda-feira, a Secretaria de Políticas Econômicos (SPE) do Ministério da Fazenda elevou a projeção para a expansão da economia brasileira, de 2,5% para 3,2% em 2023.

"O crescimento será quatro vezes mais do que estava previsto no começo do ano. Previa-se dólar em R$ 6,00, está abaixo de R$ 5,00", disse Haddad. "Nós temos que compreender que a economia brasileira tem um potencial. Só nós podemos ser inimigos de nós mesmos em uma hora desta", emendou.

Segundo ele, o contexto global é desafiador, mas não coloca Brasil numa posição ruim, ao contrário, joga luz para o País, considerando a agenda verde e de transição energética.

"Temos de fazer reformas estruturais que vão agregar crescimento do País. Se internamente prosperarmos com agenda positiva, até mais céticos vão olhar potencial do Brasil", disse Haddad.