ITE-Facamp cai 0,7% na margem em julho, após variação zero em junho

O Índice de Tendência Econômica da Facamp (ITE-Facamp) caiu 0,7% na margem em julho, na série com ajuste sazonal, após ter apresentado variação zero em junho (revisado, de -0,03%). Na comparação interanual, o indicador caiu 0,1%, após alta de 1,3% no mês anterior.

A média móvel trimestral do ITE desacelerou de 0,1% em junho a -0,2% nesta leitura. O ritmo de alta acumulada em 12 meses pelo índice arrefeceu de 2,7% para 2,3% no período.

"Os resultados negativos são explicados fundamentalmente pela combinação do desempenho negativo da produção industrial com o arrefecimento do crescimento do setor de serviços, que contribuiu de maneira significativa para o bom desempenho da atividade econômica no primeiro semestre de 2023", afirmam os pesquisadores do Núcleo de Estudos de Conjuntura da Facamp.

Segundo a Facamp, o ITE tem um coeficiente de correlação de Pearson de 0,85 em relação ao IBC-Br em julho.

Ante o PIB, o coeficiente é de 0,80 no segundo trimestre.

O BC divulga o IBC-Br de julho na terça-feira, 19.