Etanol: Comissão Europeia vai analisar dados de importação para proteger produtores do bloco

A Comissão Europeia vai analisar dados de importação de etanol combustível referentes aos últimos três anos, para proteger produtores da União Europeia, disse a S&P Global Commodity Insights, citando um documento legislativo publicado em 15 de setembro.

O objetivo é reunir dados quantitativos e identificar tendências de importação para mitigar possíveis prejuízos a fabricantes de etanol do bloco. Com a medida, Estados-membros terão de compartilhar dados de importação com a Comissão Europeia.

A decisão foi tomada após uma disparada de 45% nas importações de etanol pela UE entre 2021 e 2022, disse a comissão. Estados Unidos, Brasil e Peru foram os principais exportadores de etanol combustível para o bloco em 2022. Os embarques dos EUA e do Brasil para a UE aumentaram 96% e 37%, respectivamente, entre 2021 e 2022, enquanto as exportações do Peru diminuíram 13%.

Deixe seu comentário

Só para assinantes