TCU adia julgamento de processo sobre política de preço da Petrobras

O Tribunal de Contas da União (TCU) adiou o julgamento de processo que trata da condução da política de reajuste de preços de combustíveis praticada pela Petrobras entre 2002 e 2019. O processo, relatado pelo ministro Aroldo Cedraz, estava previsto na pauta da sessão desta quarta-feira, 20, mas foi excluído antes do início da reunião.

Segundo informações do TCU, trata-se de uma representação por determinação do ex-ministro Raimundo Carreiro, feita em despacho de 2013, com objetivo de "analisar a conformidade das medidas e decisões tomadas pelos órgãos de deliberação da Petrobras no que diz respeito à política de reajuste de preços de combustíveis".

O processo envolve ex-dirigentes da empresa e nomes que fizeram parte do Conselho de Administração, como Guido Mantega, Luciano Coutinho, Jorge Gerdau e Maria da Graças Foster.

Deixe seu comentário

Só para assinantes