Presidente do BoE prevê juros elevados 'por tempo suficiente' para conter inflação

O presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Andrew Bailey, afirmou nesta quinta-feira, 21, que os juros serão mantidos em nível elevado "por tempo suficiente até que a tarefa esteja concluída", referindo-se à meta de 2% de inflação. Em declaração no X (ex-Twitter) após a decisão de mais cedo, o dirigente enfatizou: "Seja o que acontecer, faremos o necessário para que a inflação retorne ao normal."

Bailey lembrou que nesta quinta-feira o BoE manteve os juros pela primeira vez em quase dois anos. "A inflação está caindo, e esperamos que ela recue ainda mais neste ano. Esta é uma notícia bem-vinda", afirmou.

Para Bailey, as elevações anteriores nos juros "estão funcionando". O dirigente, contudo, complementou: "Mas é preciso deixar claro que a inflação não está onde precisa estar e não há absolutamente espaço para complacência."

O presidente do BoE disse ainda que os dirigentes irão avaliar atentamente se mais altas nos juros serão necessárias.