Fazenda: Projetos para folha salarial e IR estão no forno, diz Daniel Loria

Apesar de holofotes estarem na reforma tributária do consumo, o Ministério da Fazenda segue analisando outros projetos no âmbito dos impostos. Entre eles, alterações nos tributos para folha salarial e imposto de renda, segundo diretor da Secretaria Extraordinária de Reforma Tributária do Ministério da Fazenda, Daniel Loria.

O representante destacou que ainda não há medidas prontas para endereçar essas áreas. No entanto, afirmou que os projetos "estão no forno" e que o governo busca alternativas para impulsionar a equidade e justiça tributária em diferentes frentes, incluindo a renda.

Sobre a reforma tributária do consumo, Loria reforçou que o plano é que a medida, já aprovada pela Câmara, seja aprovada pelo Senado entre o fim de outubro e início de novembro.

Para isso, o secretário extraordinário para Reforma Tributária do Ministério da Fazenda, Bernard Appy, segue participando de discussões no Senado sobre o tema, ainda de acordo com Loria.

"Não vou entrar em detalhes, porque são muitos pontos, mas as exceções seguem sendo discutidas no Senado para trazer luz aos dados", afirmou durante o Capital Conecta, congresso promovido pela Ancord e Apimec Brasil.

A expectativa era que Appy participasse do evento, mas não conseguiu comparecer por causa das agendas no Senado, informou Loria, que foi enviado como representante da secretaria extraordinária.

Na véspera, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse que vê espaço para que a reforma tributária seja votada até o fim de outubro, o que ainda depende de uma evolução do debate com as partes interessadas.

Deixe seu comentário

Só para assinantes