Habitação sobe 0,30% no IPCA-15 de setembro ante alta de 1,08% em agosto

Os gastos das famílias brasileiras com Habitação passaram de uma elevação de 1,08% em agosto para um aumento de 0,30% em setembro, uma contribuição positiva de 0,05 ponto porcentual para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) deste mês, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa do IPCA-15 foi de 0,35% em setembro.

O destaque no grupo foi a alta de 0,66% na energia elétrica residencial. O movimento foi influenciado pelo reajuste de 9,40% em Belém a partir de 15 de agosto.

A taxa de água e esgoto subiu 0,12%, como reflexo do reajuste de 5,02% em Brasília a partir de 1º de agosto.

O gás encanado recuou 0,46%, devido a reduções tarifárias em duas áreas de abrangência: em Curitiba, queda de 2,23% a partir de 4 de agosto; e no Rio de Janeiro, redução média de 1,70% a partir de 1º de agosto.

Deixe seu comentário

Só para assinantes