Para Campos Neto, mercado tem sido mais pessimista sobre expectativa para crescimento

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse nesta quarta-feira, 27, que o mercado tem errado muito as previsões para o crescimento da economia brasileira. "Os economistas têm sido mais pessimistas em relação ao crescimento, o que nos faz pensar que há algo estrutural no crescimento potencial, que são as reformas feitas nos últimos anos", afirmou, em audiência pública na Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados.

Campos Neto destacou que o desemprego está quase voltando ao piso histórico, enquanto a renda real começou a subir lentamente. "Parte da melhoria de produtividade vem do agro, mas estamos vendo uma melhora", completou.

Mais uma vez, o presidente do BC argumentou que a instituição conseguiu fazer um "pouso suave", ou seja, trazer a inflação para baixo com um custo de crescimento menor na comparação com outros países.